quarta-feira, junho 13, 2007

Dia dos namorados


Todo mundo sabe que eu gosto dos dias de felicidade compulsória. Gosto daquelas datas em que somos impelidos a nos sentirmos bem e a estarmos com as pessoas que devemos amar. Mas do Dia dos Namorados eu não gosto.
Veja bem, caro leitor, que não se trata de despeito. Não mesmo. Na verdade a última vez que passei um dia dos namorados sozinho eu tinha 16 anos.
Poxa, é que quando se elege um dia para, sei lá, pensar em Jesus, ou um dia para se renovar as esperanças num novo ano, isso me parece bom. Mas um dia para pensar na pessoa que a gente ama...sei não, me parece um reducionismo ridículo.
Namoro tem que ser todo dia. Buquês de rodas no dia 12 de junho não me compram. Para mim, chega uma florzinha só num dia qualquer, inesperado. Aliás, para ser bem franco, o que me ganha talvez seja aquele pé de alface bem escolhido na feira de toda a semana.
Presente de namoro é me deixar o cantinho do bolo de chocolate, é ficar com escova de dente verde (que eu odeio), é lembrar de deixar bastante lençol na parte de cima da cama, como eu gosto.
Não me venha com cartãozinho cheio de corações, não hoje. Prefiro a bergamota descascada de todos os finais de tarde, porque eu não gosto do cheiro nas minhas mãos.
Não me venha, hoje, com jantarzinho especial (em plena terça-feira!). Me emociona mesmo é o elogio para a sopinha que a gente faz todo dia.
E nem pense em me dar uma caixa cafona de bombons. Estou satisfeito com as barras de chocolate extra que a gente come vendo TV.
Ah, perfume também não quero. O que me agrada é o cheiro de shampoo nos cabelos molhados depois de um dia corrido.
E não invente lingerie do dia, ou da noite, ou qualquer dessas pseudo-fantasias. Gosto mesmo é daquele abrigo que usas em casa.
Não, não faça nada supostamente romântico. Me bastam os teus cuidados cotidianos.
E não, não me faça nenhuma surpresa. O que me fascina em ti é a certeza.
E, principalmente, não se atreva a lembrar só hoje de dizer que me ama. Para mim o que vale é ouvir isso, todos os dias, antes de dormir.

Marcadores:

4 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Acabaste de descrever a felicidade!
Rosa dal Cadici

13/6/07 14:55  
Anonymous zana disse...

que lindo isso, porque eu naum pensei nisso antes hahahahahahahha bju amei esse post tudo a ver!!

13/6/07 19:21  
Blogger Mi disse...

clap clap clap!

14/6/07 10:28  
Anonymous Bia disse...

Eu passei a noite do Dia dos Namorados tentando decifrar a Pedra do Reino na TV. Eu gosto de dias como outros quaisquer.

14/6/07 15:40  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Início